Saltar para o conteúdo

13 substitutos do óleo de pimenta que vão excitar o seu paladar

13 substitutos do óleo de pimenta que vão excitar o seu paladar

Sharing is caring!

Quando ouço a palavra "chili", penso quase imediatamente no México. Foi o que pensei recentemente sobre o óleo de chili, até que o utilizei num dos meus pratos e fiquei espantado depois de o comer. 

Decidi fazer alguma pesquisa sobre o assunto e descobri que este ingrediente fantástico é, na verdade, originário da China. Que surpresa! 

No entanto, isso não me impediu de o voltar a utilizar e até de escrever sobre ele. 

Descobri que é preparado através da infusão de pimentos em óleo vegetal e que é utilizado principalmente como molho para acompanhar a carne.

Decidi usá-lo exatamente assim, mas, infelizmente, não tinha nenhum na minha cozinha e a minha mercearia local também não tinha stock. 

No entanto, descobri que existem alguns substitutos fantásticos para o óleo de pimentão que funcionam perfeitamente bem. 

E quero partilhá-las convosco também. 

A lista definitiva dos 13 melhores substitutos do óleo de pimenta

Como prometido, forneci-lhe a lista definitiva das 13 melhores alternativas ao óleo de pimenta que irão certamente deliciar o seu prato e as suas papilas gustativas. Vamos ver quais são essas alternativas e como as pode utilizar da melhor forma.

1. Pimenta de Caiena

Pimenta de Caiena

Cayenne pimenta não é, definitivamente, o tipo de ingrediente que me veio à cabeça porque, bem, a pimenta de caiena é uma pimenta e o óleo de pimenta é um óleo. Texturas completamente diferentes. 

No entanto, tal como acontece com tudo no mundo da culinária, é preciso experimentar um pouco e pode conseguir-se quase tudo. É exatamente esse o caso aqui também. 

Assim, se tiver pimenta de caiena, tente encontrar um pouco de óleo de amendoim e misture estes dois ingredientes. Utilize 2 colheres de sopa de óleo de amendoim e 1 colher de sopa de pimenta de caiena. 

Com a combinação do nível de picante da pimenta caiena e a textura e consistência oleosas da manteiga de amendoim, criará um ingrediente que é digno de substituir o óleo de pimenta em quase todas as receitas. 

2. Óleo de alho e pimenta

Óleo de alho e pimenta numa garrafa

O óleo de alho e pimenta não é um ingrediente que se possa encontrar facilmente na mercearia ou no supermercado local. 

No entanto, se tiver uma cozinha e alguns ingredientes simples, o céu é o limite e pode fazer um óleo perfeito que substituirá o óleo feito de chili. 

Demora apenas cerca de 15 minutos a preparar e tudo o que precisa é de alguns ingredientes, incluindo malaguetas, alho, vinagre, sal e um pouco de açúcar. 

Para além destes, também vai precisar de algum tipo de óleo neutro como, talvez, o óleo de abacate.

Mas é a si que cabe decidir. Utilizei óleo de abacate porque é super saudável. 

Agora, tudo o que tem de fazer é misturar esta mistura durante cerca de 10 minutos e fritá-la corretamente até se transformar numa pasta vermelha. Certifique-se apenas de que não aquece demasiado, pois isso irá estragar os sabores dos ingredientes. 

Quando a mistura ficar vermelha, está pronta para todos os seus pratos desejados. 

Ver também: 12 melhores ideias de substitutos do molho de alho e pimenta para qualquer prato

3. Gochujang

Gochujang numa tigela preta

O Gochujang, como já se pode concluir pelo seu nome, também é originário da Ásia, mais precisamente da Coreia. 

Trata-se, de facto, de uma pasta de chili coreana com tons doces específicos, mas é suficientemente picante para substituir adequadamente o óleo de chili no seu prato. 

O único problema reside no facto de o Gochujang ter uma textura ligeiramente diferente, uma vez que é mais espesso. Se não tiveres problemas com isso, podes optar livremente por ele. 

Se isso o incomodar, pode misturá-lo com um pouco de óleo e ajustar a sua textura da forma que preferir. 

4. Molho de Sichuan

Molho de Sichuan

O molho de Sichuan, originalmente conhecido como molho de Szechuan, é um tipo de molho quente e picante proveniente da China, mais precisamente da província de Sichuan, situada no sudoeste da China. 

Pessoalmente, não acho que seja um substituto ideal para o óleo de pimenta, mas pode servir como um substituto decente se souber como incorporá-lo corretamente no seu prato. 

Em primeiro lugar, uma vez que um é um óleo e o outro é um molho, é óbvio que estes dois ingredientes não têm a mesma textura, ou seja, o molho de Sichuan tem uma textura mais espessa. 

Felizmente, esse problema pode ser resolvido até certo ponto se tiver os ingredientes certos à mão. 

Basta misturá-lo com algum tipo de óleo neutro, como, por exemplo, óleo de abacate ou óleo de canola, e ajustar a consistência em conformidade. 

A textura e a consistência estão resolvidas, mas e o perfil de sabor? 

Tenho de salientar que os perfis de sabor destes dois ingredientes são bastante diferentes, uma vez que o molho de Sichuan é bastante picante e mais saboroso. 

Assim, para ajustar o perfil de sabor antes de o adicionar ao seu prato, pode adicionar um pouco de açúcar e algum tipo de vinagre para ajustar o sabor. 

5. Molho de soja

Molho de soja numa tigela

Bem, este é um substituto óbvio do óleo de pimentão, uma vez que é predominantemente utilizado na cozinha asiática e também tem uma textura semelhante. 

No entanto, é semelhante, não é igual. E, por isso, não é má ideia ajustá-lo um pouco mais, acrescentando algum outro ingrediente. 

O ingrediente com o qual pode ajustar a textura e a consistência do molho de soja é algum tipo de óleo neutro ou óleo com um sabor relativamente neutro, como o óleo de sésamo.

Quando se trata de ajustar o perfil de sabor e o nível de picante, é melhor misturá-lo com flocos de piri-piri ou pimenta vermelha em flocos que lhe dará o picante desejado, bem como alguns outros ingredientes como vinagre, gengibre e alho.

Um pouco de açúcar também não faz mal.  

6. Molho de feijão preto

Molho de feijão preto

E aqui está outro tipo de molho e este também vem da China, mais precisamente do sul da China. 

Como o nome sugere, os seus principais ingredientes são feijões pretos fermentados salgados transformados em molho.

Este molho tem um sabor salgado e salgado bastante forte que necessita de alguns ajustes para que seja um bom substituto do óleo de pimenta. 

O processo de ajuste do seu sabor e textura é bastante semelhante aos anteriores. É necessário adicionar um pouco de óleo neutro para lhe dar uma consistência oleosa. 

No que diz respeito ao perfil de sabor e ao nível de picante, é bom adicionar algumas especiarias como gengibre e alho, bem como flocos de pimenta vermelha para lhe dar aquele toque picante. 

Se quiser utilizar este molho como alternativa, pode encontrá-lo na maioria das lojas asiáticas, bem como em alguns supermercados. 

Ver também: 14 substitutos para o feijão preto destinados a elevar qualquer prato

7. Sriracha

Sriracha numa tigela preta

Relativamente à semelhança dos ingredientes, o Sriracha aproxima-se muito do óleo de chili. Ambos os ingredientes contêm pimenta, alho, vinagre, açúcar e sal. 

Naturalmente, isto torna-os bastante semelhantes em termos de perfil de sabor. Para além disso, ambos contêm malaguetas picantes, pelo que não é necessário ajustar o nível de picante do Sriracha.

No entanto, o Sriracha é um molho, ao contrário do óleo de pimenta. Por isso, é necessário efetuar alguns ajustes em termos de textura e consistência. 

Para o fazer da forma correcta, terá de adicionar o seu Sriracha a algum tipo de óleo neutro numa proporção de 1:1 e depois estará pronto a ser utilizado no seu prato. 

O Sriracha é um molho bastante disponível e acessível e pode encontrá-lo em quase todas as mercearias ou supermercados, e encomendá-lo online, claro. Para além disso a sriracha não se estraga tão facilmente se o guardarmos ao ar livre, o que é uma grande vantagem para este condimento.  

8. Flocos de pimenta

Flocos de pimenta

Os flocos de malagueta são pedaços secos e esmagados de malagueta que são muito utilizados em vários pratos para lhes dar aquele toque picante extra que possuem. 

Uma vez que são um dos principais ingredientes do óleo de pimentão, também podem ser utilizados como alternativa. Podem ser polvilhadas sobre o prato porque os perfis de sabor e os níveis de picante são semelhantes.

Mas, se quiser ajustar a textura e a consistência, terá provavelmente de adicionar um pouco de óleo neutro. 

É preferível utilizar aqui uma proporção de 1:1, mas também pode ajustar a proporção de acordo com o nível de picante desejado. 

Por isso, se quiser ingredientes mais picantes, não vai adicionar demasiado óleo. Por outro lado, se não desejar um nível elevado de picante, é melhor adicionar um pouco mais de óleo. 

9. Aquecer as pimentas em óleo

Aquecer as pimentas em óleo

Este é bastante semelhante ao substituto descrito anteriormente. No entanto, neste caso, trata-se de malaguetas frescas em vez de pedaços de malaguetas secas e esmagadas. 

Nomeadamente, neste caso, também é necessário misturar o óleo e o pimento. O processo é bastante simples. 

Tudo o que precisa de fazer é adicionar algumas malaguetas frescas, por exemplo jalapenos, em óleo e deixar ferver durante cerca de 30 minutos.

Após esses 30 minutos, o óleo ficará provavelmente vermelho e, quando isso acontecer, estará perfeitamente pronto para ser utilizado como substituto. 

Mais uma nota. Se estiver a utilizar óleos como o azeite, o abacate ou o óleo de canola, que têm um ponto de ebulição mais elevado, pode fritar livremente as malaguetas durante mais alguns minutos, o que tornará os sabores mais profundos e picantes. 

10. Molho de pimentão doce

Molho de pimentão doce

O molho de pimentão doce é outro presente fantástico do mundo culinário asiático. É originária do Sudeste Asiático e é um ingrediente muito popular na cozinha tailandesa. 

Existem diferentes aplicações para o molho de pimentão doce, como fazer marinadas e adicioná-lo a diferentes tipos de pratos, mas é sobretudo utilizado como molho para mergulhar. 

Uma vez que é a combinação perfeita de picante, doçura e tons salgados, pode servir como uma óptima alternativa ao óleo de pimenta. 

A única diferença está na sua consistência, mas também pode resolver esse problema diluindo-o com um pouco de óleo. A minha sugestão é utilizar azeite, mas também pode utilizar qualquer outro tipo de óleo vegetal. 

Além disso, pode encontrar este molho em muitas mercearias. Também pode fazer o seu próprio molho de pimentão doce caseiro, combinando apenas alguns ingredientes básicos como pasta de pimentão vermelho, vinagre, alho, açúcar e lima. 

Se quiser uma versão mais saudável, pode também utilizar mel ou xarope de arroz integral em vez de açúcar. 

Ver também: 9 melhores substitutos para o molho de pimentão doce + receita DIY

11. Pimentos secos

Pimentos secos

As malaguetas secas também podem servir como um bom substituto do óleo de malagueta porque têm um perfil de sabor e um nível de calor semelhantes aos do óleo de malagueta. 

Naturalmente, o principal problema reside na textura e na consistência, uma vez que são muito diferentes nestes termos. Mas isso também pode ser resolvido num processo simples. 

Tudo o que tem de fazer é esmagar as pimentas secas até obter um pó fino. De seguida, deve aquecer o óleo de sabor neutro e juntar-lhe o pó.

Terá de misturar corretamente o óleo e o pó e deixar aquecer até obter a textura e a consistência desejadas. 

Elimine os pedaços de pimento e poderá utilizar livremente o restante azeite nos pratos que desejar. 

12. Salsa Macha

Salsa Macha

Tenho a certeza de que a maior parte dos fãs incondicionais de pratos quentes e picantes conhecem bem este. 

A Salsa Macha é, na verdade, um tipo de óleo de pimentão, mais precisamente a variedade mexicana de óleo de pimentão. Por isso, não é de admirar que tenha encontrado o seu lugar nesta lista. 

No entanto, existem algumas diferenças entre o óleo de pimenta chinês e o óleo de pimenta mexicano. 

Em primeiro lugar, embora os perfis de sabor sejam bastante semelhantes, a Salsa Macha tem um sabor mais rico que é bastante fumado quando comparado com o óleo de pimenta comum. 

Para além disso, é um pouco mais picante e tem uma textura mais densa quando comparado com o óleo de pimentão chinês. 

Devido a todos estes factores, é preferível utilizar a Salsa Macha como substituto do óleo de pimentão para fazer marinadas para carnes e pratos salgados.

Também pode ser utilizado como molho para mergulhar, bem como em tacos, quesadillas ou burritos. 

13. Óleo de pimentão caseiro

Óleo de pimenta caseiro

Por último, se não tiver nenhum destes produtos à sua disposição neste momento ou se quiser apenas experimentar um pouco na cozinha, pode sempre misturar vários ingredientes básicos e fazer a sua própria obra-prima culinária. 

Tudo o que tem de fazer é seguir as instruções simples explicadas abaixo. 

INGREDIENTES:

- 1 chávena de óleo neutro (é preferível utilizar óleo de canola, mas utilizar azeite ou óleo de amendoim também não é má ideia)

- 3 colheres de sopa de malaguetas secas esmagadas

- Um pouco de sal (de acordo com a sua preferência)

INSTRUÇÕES: 

1. Encontre uma panela pequena na sua cozinha e junte o óleo, os pimentos e o sal.

2. Aqueça em lume brando a médio e mexa a mistura continuamente durante cerca de 5 minutos. 

3. Certifique-se de que o óleo não faz fumo durante o processo de cozedura. Se notar que isso acontece, retire-o do lume para reduzir a temperatura. 

4. Após o período de tempo sugerido, pode retirar livremente a panela do lume e arrefecer a mistura.

5. Deite a mistura num frasco, leve ao frigorífico e utilize-a no prazo de um mês. 

Mais uma nota. É importante salientar que esta não é a única receita de óleo de pimentão. Existem várias outras receitas com ingredientes diferentes, por isso, se não gostar desta, pode sempre encontrar a que mais se adequa às suas preferências. 

Palavras finais sobre os melhores substitutos do óleo de pimenta

Em suma, não tenho muito a dizer no final. Tudo já foi dito no texto.
Um destes 13 substitutos do óleo de pimentão irá certamente satisfazer as suas necessidades.

Só precisa de saber o que procura e que tipo de condimento pode satisfazer as expectativas do seu prato em termos de sabor, textura, picante e consistência.