Saltar para o conteúdo

Qual é o sabor do bacalhau e como saber se está estragado?

Qual é o sabor do bacalhau e como saber se está estragado?

Sharing is caring!

O peixe nunca foi a minha preferência. Sou mais uma pessoa de carne, que gosta de tudo, desde frango a carne de porco. 

No entanto, há um tipo de peixe que gosto de apreciar de vez em quando. Sim, estou a falar do bacalhau, e a principal razão pela qual, por vezes, o incluo no meu menu diário é o seu sabor suave e o seu elevado valor nutricional. A textura também é bastante agradável. 

Mas, qual é exatamente o sabor do bacalhau? Bem, neste artigo, poderá descobrir todos os segredos saborosos do bacalhau, bem como alguns outros factos interessantes em geral, e como desfrutar dos seus excelentes sabores. 

Vamos mergulhar no assunto. 

Qual é o sabor do bacalhau?

filete de bacalhau

O bacalhau é um dos tipos de peixe mais populares. É originário da família Gadidae e pertence ao género Gadus. O bacalhau tem um corpo malhado com uma cor cinzenta a verde. 

Embora existam muitos tipos de bacalhau, há dois tipos principais: o bacalhau do Atlântico e o bacalhau do Pacífico. 

Estes são alguns dos factos gerais sobre o bacalhau que vale a pena conhecer. Agora podemos começar a falar sobre o principal, nomeadamente o perfil de sabor do bacalhau. 

Sabor 

Já referi na introdução que a principal razão pela qual, por vezes, gosto de comer bacalhau é o seu sabor bastante suave. 

No entanto, para além da suavidade, o seu sabor doce e delicado, com um subtil sabor a salmoura devido ao seu habitat de água salgada, é algo que se experimenta quando se come bacalhau. 

É uma excelente combinação de sabores, mas as preferências de cada um são diferentes, por isso cabe-lhe a si decidir se quer ou não experimentar. 

Por último, devo dizer que o sabor do bacalhau é geralmente menos assertivo do que o de alguns outros tipos de peixe, como o sabor do salmão ou atum. Esta é uma boa escolha para aqueles que não gostam muito de peixe, mas querem experimentar. 

No entanto, esta suavidade também pode fazer com que o bacalhau seja suscetível de ser dominado por temperos ou molhos fortes, pelo que também deve ter isso em consideração. 

Textura

No que diz respeito à textura do bacalhau, posso dizer livremente que é firme e carnudo, mas ao mesmo tempo delicado e escamoso. 

A firmeza e o carácter carnudo devem-se a um baixo teor de gordura, que é também a causa do sabor muito suave. 

A carne do bacalhau é composta por pequenas lascas bem compactadas que se mantêm bem unidas quando cozinhadas, mas também são fáceis de separar com um garfo (ambos garfo de salada e garfo de jantar).

Assim, quando cozinhado, o bacalhau tem uma textura húmida, tenra e ligeiramente mastigável. No entanto, a textura exacta depende da forma como o peixe é preparado, o que explicarei mais detalhadamente mais à frente no texto. 

No final, devo salientar que a textura do bacalhau também pode ser influenciada por outros factores, como a idade, a dieta e o habitat. 

Por exemplo, o bacalhau mais velho pode ter uma textura mais dura e fibrosa do que o peixe mais jovem, e o bacalhau que foi capturado em águas profundas e frias pode ter uma textura mais firme do que o que foi capturado em águas mais quentes.

Aroma

Tal como o sabor, o aroma do bacalhau é relativamente suave e subtil, com um ligeiro odor salgado ou oceânico que provém do habitat de água salgada do peixe.

Pessoalmente, descrevê-lo-ia como fresco e limpo, com uma doçura subtil. 

E também posso dizer livremente que o aroma é definitivamente menos assertivo do que o de alguns outros peixes de cheiro mais forte, como atum cru ou salmão, por exemplo. 

O aroma também pode ser influenciado por factores como a dieta, o habitat e a frescura do peixe.

O bacalhau fresco tem um cheiro limpo e ligeiramente doce que é por vezes descrito como semelhante ao do pepino ou do melão. 

No entanto, à medida que o peixe envelhece, o seu aroma pode tornar-se mais forte e mais pronunciado, com um ligeiro odor a peixe que pode ser desagradável para algumas pessoas.

O bacalhau tem um sabor a peixe?

Quando estou a falar de bacalhau com pessoas que não gostam muito de peixe, ouço frequentemente esta pergunta. E não é de admirar, pois um forte sabor a peixe pode ser realmente desagradável, especialmente para as pessoas que experimentam peixe pela primeira vez. 

Felizmente, tenho boas notícias. 

Embora não se possa dizer que esteja totalmente isento dessa sensação de peixe, o bacalhau é, de facto, considerado o "peixe menos suspeito". 

Isto deve-se principalmente ao seu baixo teor de gordura, uma vez que os peixes com elevado teor de gordura tendem a ter um sabor mais forte e distinto. Outros factores, como o habitat, a dieta e a frescura, também desempenham um papel importante. 

Nomeadamente, o bacalhau fresco corretamente manuseado e armazenado terá um sabor menos a peixe e mais delicado, em comparação com o peixe que foi armazenado durante um período de tempo mais longo ou que não foi manuseado corretamente.

Devo também dizer que, segundo a minha própria experiência de degustação, o bacalhau fresco sabe um pouco mais a frango do que a peixe. Isto deve-se provavelmente ao maior teor de proteínas e, consequentemente, a uma carne mais firme e mais carnuda. 

E quanto ao popular óleo de fígado de bacalhau?

óleo de fígado de bacalhau

Um dos subprodutos mais populares do bacalhau é, sem dúvida, o óleo extraído do seu fígado, também conhecido como óleo de fígado de bacalhau. 

Devido ao seu elevado valor nutricional, é amplamente utilizado para fins médicos em todo o mundo, ou seja, o óleo de fígado de bacalhau é rico em ácidos gordos ómega 3, vitaminas A e D e outros nutrientes.

O óleo de fígado de bacalhau é normalmente extraído dos fígados do bacalhau do Atlântico (Gadus morhua) ou do bacalhau do Pacífico (Gadus macrocephalus) através de um processo conhecido como steam rendering. 

O fígado é aquecido a uma temperatura elevada, o que faz com que o óleo se separe dos outros tecidos e sólidos do fígado. Em seguida, o óleo é filtrado e refinado para eliminar as impurezas e melhorar a sua qualidade.

No que diz respeito ao sabor, o óleo de fígado de bacalhau, ao contrário do próprio bacalhau, pode ter um sabor mais forte a peixe, especialmente se o produtor não adicionou quaisquer aromatizantes. 

Felizmente, muitos fabricantes adicionam aromatizantes ao óleo de fígado de bacalhau ou misturam-no com outros óleos, como o óleo de limão ou de laranja, para o tornar mais saboroso. Também se apresenta em cápsulas, o que pode mascarar o sabor e o odor do óleo.

Se quiser saber quais são alguns dos fantásticos benefícios para a saúde do óleo de fígado de bacalhau, veja este vídeo abaixo. 

Perfil de sabor do bacalhau do Atlântico vs. Bacalhau do Pacífico

Existem dois tipos principais de bacalhau: O bacalhau do Atlântico e o bacalhau do Pacífico. Embora sejam muito semelhantes, especialmente no sabor e na textura, existem algumas diferenças que quero que conheça. 

Nomeadamente, o bacalhau do Atlântico é um tipo de bacalhau muito suave com um sabor doce mais dominante. Para além da ligeira doçura, um sabor subtil e amanteigado é algo que se pode sentir ao comê-lo. 

A textura do bacalhau do Atlântico é bastante delicada e escamosa. 

O bacalhau do Pacífico, por outro lado, tem um sabor ligeiramente mais forte e mais carnudo do que o bacalhau do Atlântico. A sua polpa é mais firme e densa, com uma textura ligeiramente mastigável.

Embora tenha uma doçura subtil, o bacalhau do Pacífico tem um sabor mais salgado, com ligeiras notas de nozes ou de terra. 

Como saborear os melhores sabores do bacalhau?

deliciosa refeição de bacalhau no prato

Uma das grandes vantagens do bacalhau é o facto de poder ser utilizado de várias formas deliciosas. Do popular peixe e batatas fritas aos saborosos bolos de peixe, o bacalhau pode resolver tudo. 

- Peixe e batatas fritas: Uma das formas mais populares de preparar bacalhau é no clássico prato britânico de peixe e batatas fritas. O bacalhau é panado e frito, sendo depois servido com batatas fritas e molho tártaro. 

Quando se faz peixe e batatas fritas com bacalhau, estes terão um sabor suave e delicado com um final ligeiramente doce. 

O bacalhau em si tem um sabor subtil e amanteigado que combina bem com a massa estaladiça e salgada utilizada na preparação do peixe e batatas fritas. A massa proporciona uma textura estaladiça que contrasta com a carne tenra e escamosa do peixe, o que muitas pessoas consideram apelativo. 

Se quiser desfrutar plenamente deste clássico do peixe, sugiro que o acompanhe com Batatas fritas do Kennebece um lado de salada de repolho para uma combinação clássica e saborosa.

- Bacalhau assado ou grelhado: Uma das minhas formas favoritas de preparar e cozinhar bacalhau é assá-lo ou grelhá-lo com uma variedade de temperos e molhos, como limão e manteiga, alho e ervas, ou um molho de tomate picante. 

Quando cozido ou grelhado, o bacalhau mantém principalmente os seus sabores naturais com a adição de um sabor a fumo proveniente do processo de cozedura e de vários outros sabores provenientes de especiarias e condimentos. 

- Bacalhau escalfado ou cozido a vapor: Ao escalfar ou cozer o bacalhau ao vapor, este conserva sobretudo os seus sabores naturais, ou seja, um sabor delicado e subtil com um final ligeiramente adocicado, especialmente se utilizar bacalhau do Atlântico. 

Quando se utiliza este método, o bacalhau é normalmente cozinhado num caldo feito de vinho branco, ervas aromáticas ou gengibre, o que lhe confere uma subtil profundidade de sabor.

A textura é tenra e húmida, bem como escamosa e carnuda, o que é perfeito para absorver os sabores do líquido de cozedura. 

- Bacalhau salgado: Em algumas cozinhas, como a portuguesa e a das Caraíbas, o bacalhau salgado é um ingrediente popular. O bacalhau é conservado em sal, depois é demolhado e re-hidratado antes de ser utilizado em pratos como guisados, fritos e saladas.

O bacalhau salgado, também conhecido como bacalao, tem um sabor nitidamente salgado e saboroso. O peixe é submetido a um processo de cura com sal que lhe confere um sabor único, diferente do bacalhau fresco. 

A textura do bacalhau salgado é também diferente da do bacalhau fresco, uma vez que este se torna mais denso e firme durante o processo de cura.

- Bolinhos de peixe: A minha última recomendação para utilizar o bacalhau é fazer bolos de peixe com ele. 

Os bolos de peixe são um tipo de prato salgado feito de peixe e vários outros ingredientes, na maioria das vezes puré de batata, pão ralado e temperos, formando depois a mistura em rissóis ou bolas e fritando-os ou cozendo-os.

Os bolinhos de peixe feitos de bacalhau têm um sabor suave e delicado, com um final ligeiramente doce. Quando bem cozinhados, os bolinhos de peixe feitos com bacalhau devem ter um exterior estaladiço e um interior húmido e tenro, o que é realmente uma combinação perfeita. 

Se está a fazer algum tipo de dieta baixa em hidratos de carbono ou keto, então veja este vídeo que lhe vai mostrar como fazer rapidamente uma receita simples de bacalhau com baixo teor de hidratos de carbono. 

Qual é o sabor do bacalhau estragado?

Como é muito importante saber qual é o sabor e a textura do bacalhau fresco, é ainda mais importante sabê-lo para o bacalhau estragado. 

Nomeadamente, o bacalhau estragado terá um sabor e uma textura visivelmente diferentes do bacalhau fresco. Se o seu bacalhau estiver estragado, o primeiro sinal que notará é um odor forte e desagradável, que pode ser descrito como azedo, pútrido ou rançoso.

A carne pode também ter uma textura viscosa ou pegajosa e parecer descolorida ou opaca em vez de firme e translúcida.

Mas e quanto ao sabor? Bem, o bacalhau estragado pode ter um sabor azedo, metálico ou desagradavelmente amargo. Pode também ter uma textura macia ou mole e não ter a firmeza e a carne do bacalhau fresco.

É muito importante saber isto porque comer bacalhau estragado pode levar a uma intoxicação alimentar ou a outros problemas de saúde, por isso é importante deitar fora qualquer peixe que mostre sinais de deterioração.

Perfil de sabor do bacalhau em comparação com outros peixes semelhantes

filete de bacalhau fresco

Finalmente, para vos dar uma imagem ainda mais completa do perfil de sabor do bacalhau, decidi compará-lo com outros tipos de peixe semelhantes. 

Nomeadamente, existem alguns tipos de peixe cujo sabor é semelhante ao do bacalhau, pelo que não é descabido familiarizar-se com as diferenças e semelhanças. 

Arinca

Arinca e bacalhau são ambos membros da mesma família do bacalhau, pelo que não é de surpreender que sejam bastante semelhantes em muitas coisas, incluindo o sabor e a textura. No entanto, há algumas diferenças principais que precisam de ser discutidas. 

Ambos os tipos de peixe são bastante suaves em termos de sabor, mas a arinca é um pouco mais saborosa em termos de sabor. Para além disso, é também mais doce, pelo que é mais semelhante ao bacalhau do Atlântico. 

No que diz respeito à textura, a arinca também tem uma textura firme, mas é um pouco mais firme do que o bacalhau. No entanto, depois de cozinhada, torna-se mais tenra do que no caso do bacalhau. 

É muito importante saber isto quando se está a decidir que tipo de peixe escolher ao planear o próximo prato. 

Pollock

A juliana e o bacalhau são ambos peixes brancos de aspeto semelhante e são frequentemente utilizados indistintamente nas receitas. Mas há algumas diferenças que é preciso conhecer. 

Embora ambos tenham um sabor suave, o pollock é um pouco mais suave. Para além disso, tem também um sabor menos doce do que o bacalhau, especialmente quando comparado com o bacalhau do Atlântico. 

O que é importante saber quando se cozinha um destes dois tipos de peixe é que o escamudo tende a perder a sua forma muito mais rapidamente quando cozinhado em excesso. 

A carne de bacalhau, por outro lado, é um pouco mais firme, mas ainda assim escamosa e tenra quando preparada corretamente. 

Halibute

Mais uma vez, o alabote é outro peixe branco e, por isso, partilha muitas semelhanças com o bacalhau. 

No entanto, o halibute, embora também seja bastante suave, tem um sabor um pouco mais forte, ligeiramente doce e amanteigado. 

Tem uma textura densa e carnuda que também é firme, mas menos escamosa do que o bacalhau. Assim, ao escolher entre estes dois tipos de peixe, a textura firme do bacalhau torna-o uma boa escolha para pratos que exijam que o peixe mantenha a sua forma.

A textura densa e carnuda do alabote é mais adequada para pratos que exijam uma textura mais forte, como o alabote assado ou grelhado na frigideira. 

Tilápia

Se não gosta mesmo daquele sabor a peixe, mesmo que seja muito próximo de zero, então a tilápia é definitivamente a sua melhor aposta. 

Nomeadamente, o sabor da tilápia é ainda mais suave do que o do bacalhau, mas como também é menos popular, o bacalhau ficou com a coroa do "peixe menos suspeito". 

Por ter um teor de gordura mais baixo, a tilápia tem também uma textura mais firme, que se mantém mesmo depois de cozinhada. 

No entanto, ao contrário do bacalhau, a sua carne tende a desfazer-se em lascas mais pequenas depois de cozinhada, o que é muito importante saber para as suas futuras tentativas de cozinhar peixe.